quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Esquecimento

Sinto e pressinto
Algo se aproxima
Aqui dentro, algo está se quebrando.
E de novo preciso me calar
De novo não posso gritar
Ninguém escutaria nem daria ouvidos
Algo acontece dentro de mim
E me corrói até a alma
Sinto sentimentos antigos querendo voltar
Aquela velha dor e solidão
Um dia tão minhas amigas
E das quais há algum tempo eu cortei laços
Hoje insistem em me dar olá de longe
Mas aos poucos elas vão se chegando
E ocupando todo espaço que resta
Todo o lugar oco de meu corpo
Todo vazio que vem habitando
Preenchendo cada parte do meu ser
Me paralisando para o mundo
Novamente começo a montar uma peça teatral em minha vida
Mais uma vez usarei de meu talento nato
Mostrar aos outros o que eles precisam
Meus sorrisos e vitórias
E tenho certeza, que, mais uma vez.
Ninguém notará nada
Ou talvez até notem
Mas nada farão para saber
Não se moverão
Como sempre foi, afinal...
Não importa.

sábado, 27 de outubro de 2012

Primeira Comunhão

Dia das Bruxas está aí...........
O véu entre os mundos ficará mais fino, de mais fácil travessia...
Transpassá-lo de lá para cá e de cá para lá será algo quase comum
Isso é muito bom para a maioria dos Bruxos e Bruxas "de vero"
É, eu sei bem como é importante esta data, esta Lua que está por vir...
Mas hoje, o que me importa é outra coisa.
Hoje, o que tenho em mãos, é maravilhoso e real.
Não que o que vivi não tenha sido realidade
Mas minha realidade hoje é outra
Todo conhecimento que obtive nestes 13 anos de Arte
Estarão para sempre comigo, e é impossível não acessá-los.
Porém, hoje, minha realidade........
É Cristo!!!!!!!!!!
Hoje, após tanto tempo...... Comunguei....
Minha tão esperada Primeira Comunhão.
Sim, é um ritual... Como os que eu fazia antes.
Porém, é algo maior do que eu ou você, maior do que tudo.
Sim, apenas mudamos os nomes, eu sei...
O que partilho aqui, é apenas minha felicidade, assim como partilhava como fazia parte da Arte.
Livre de preconceitos ou julgamentos.
Hoje vivo em Cristo, e Ele vive em mim.
Assim como fora outrora com a Deusa e o Deus
Não que tenham me deixado
Mas hoje, reconheço tudo como Deus, Cristo, Espírito Santos e Maria.
É, também no Cristianismo aparece uma figura feminina.
Como disse, é tudo questão de nomes e de crenças.
Deus é tudo... Está em mim... Está em você... Está debaixo da pedra como Ele mesmo disse...
Está em nossos corações, em nossos pensamentos, em nossos espíritos.




quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Matemática da Vida


A matemática da vida não é simples...

... cada soma é também uma subtração. Quando somamos mais um ano àqueles que já vivemos, subtraímos um ano daqueles que nos restam para viver. Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem garantia alguma de viver o amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo. Esperamos demais para dizer as palavras do perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo. Esperamos demais para ler os livros, ouvir as músicas e ver os quadros que estão esperando para alargar nossa mente, enriquecer nosso espírito e expandir nossa alma. Esperamos demais para enunciar as preces, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas. Esperamos demais para demonstrar um amor que talvez não seja mais necessário amanhã. Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco. A vida não está esperando que deixemos de esperar - ela está acontecendo! E não pára pra você tomar suas decisões, pra você começar a fazer tudo aquilo para o que este dia e esta vida lhe foram dados.


sábado, 29 de setembro de 2012

Quebra-cabeça

Mais um dia chega ao fim
Sozinho, no meu quarto
Meu infinito particular, como dizia a música.
Um dia bom, produtivo, não sem sua pontinha de tristeza.
Estou caminhando em direção ao futuro
Um passo de cada vez
Tentando absorver o que há de bom
E não dando muita bola para as pancadinhas sofridas
Estas, serão sempre inevitáveis.
Estou procurando me encontrar
Achar um meio termo em minha vida
O "meu" caminho do meio
Nem muito ao céu e nem muito ao léu
Acerto aos poucos minhas dívidas, físicas e emocionais.
Tento sempre, sempre não me acostumar com o errado.
Não acumular sentimentos inacabados
Sigo tentando aprender a viver
De acordo com os acontecimentos que me chegam
E tentando impor meu próprio ritmo
Escrever minha própria história
Procurando equilibrar meu coração e meu cérebro
E dando a devida importância aos acontecimentos
Não aumentando-os, mas também não diminuindo-os.
Isso é difícil, tanto pelo lado bom quanto pelo ruim.
É muito difícil se relacionar e entender as pessoas
Mas é muito pior se relacionar e entender a si mesmo
Somos um quebra-cabeça esperando a ser montado
A espera é por alguém que queria tentar
E enquanto não aparece esse alguém
Enquanto os que têm a chance mas não querem
Vou eu mesmo, peça a peça, desvendando-me.


sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Minha Estrada

Nessa estrada sinuosa chamada "vida"
Tento a todo custo encontrar meu rumo, meu caminho.
No decorrer do percurso conheci lugares e pessoas
Algumas me valeram muito a pena
Nesta jornada maravilhosa, tento aprender o que posso.
O que não tem sido muito fácil, é verdade.
Ainda não tenho minha própria estrada
Mas ao menos começo a abrir minhas trilhas
Não espero nada mais da vida do que a própria
Não tem como pedir que me ajudem 
Não há quem realmente pare e o faça
Então, o jeito é seguir em frente.
Tropeçando em algumas pedras, tentando sempre não cair.
Ajudando quem aparecer pelo meu caminho
Mesmo sabendo que provavelmente estas mesmas pessoas
Não irão fazer o mesmo
E não irão fazê-lo declaradamente
Aprendo cada dia mais que o mundo é assim mesmo
E isso também é vida
Tento carregar junto do meu coração os que amo
Mesmo que estes se afastem propositalmente
Não possuo a opção de parar e sofrer
Portanto, o sofrimento vai junto na bagagem.
Mas prefiro chamá-lo de aprendizado
Estou aprendendo a reconhecer na vida os sinais que ela me dá
A entender que as pessoas tem livre arbítrio
E que por vezes, preferem não olhar para sentimentos alheios.
Aprendo diariamente que tenho que aceitar uma coisa
Se o próximo está feliz, ou julga estar, não olhará para outrem.
Caminho tendo conhecimento que olharão para mim sim
Mas quando for preciso, quando faltar algo.
E isso se aplica a todas as pessoas que conheço
Aí eu paro e pergunto a mim mesmo
E eu? Também sou assim?
Observo então minha trajetória nessa estrada
E não, não sou assim.
Talvez por isso seja tão difícil para mim aceitar as curvas que a vida dá
Meus valores são de outro lugar
Estou aqui por algum motivo
E ainda pretendo descobrir, sempre amando.
Eternamente...


"What we do in life echos in eternity"

terça-feira, 25 de setembro de 2012

ALMA DO MUNDO

Segundo Jung, todos nós "bebemos" em uma mesma fonte, chamada por ele de "Alma do Mundo".
Jung costumava classificar o progresso individual em 4 etapas:

- Persona;
- Sombra;
- Alma;
- Velho Sábio;

***Persona***

É a máscara que usamos todos os dias, fingindo ser quem somos. Acreditamos que o mundo depende de nós, que somos ótimos pais, e nossos filhos não nos compreendem, que os patrões são injustos, que o sonho do ser humano é não trabalhar nunca e passar a vida inteira viajando. Muitas pessoas se dão conta que algo está  errado nesta história: mas, como não querem mudar nada, terminam afastando rapidamente o assunto de suas cabeças. Algumas procuram entender o que está errado, e terminam encontrando a Sombra.

***Sombra***

É o nosso lado negro, que dita como devemos agir e nos comportar. Quando tentamos nos livrar da Persona, acendemos uma luz dentro de nós, e vemos as teias de aranha, a covardia, a mesquinhez. A Sombra está ali para impedir nosso progresso - e geralmente consegue, voltamos correndo para ser quem éramos antes de duvidar. Entretanto, alguns sobrevivem a este embate com suas teias de aranha, dizendo: "sim, tenho uma série de defeitos, mas sou digno, e quero ir adiante".
Neste momento, a Sombra desaparece, e entramos em contato com a Alma.

***Alma***

Por alma, Jung não está definindo nada religioso; fala de uma volta a tal "Alma do Mundo", fonte do conhecimento. Os instintos começam a se tornar mais aguçados, as emoções são radicais, os sinais da vida são mais importantes que a lógica, a percepção da realidade já não é tão rígida. Começamos a lidar com coisas com as quais não estamos acostumados, passamos a reagir de maneira inesperada para nós mesmos.
E descobrimos que, se conseguirmos canalizar todo esse jorro de energia contínua, vamos organizá-lo em um centro muito sólido, que Jung chama de ***Velho Sábio*** para os homens, ou a "Grande Mãe" para as mulheres.

Permitir essa manifestação é algo perigoso. Geralmente, quem chega ali tem a tendência a considerar-se santo, domador de espíritos, profeta. É preciso muita maturidade para entrar em contato com esse tipo de energia ou descoberta.



Basicamente a civilização passa por isso, em sua tentativa de adaptar-se às mudanças, entra em contato com a Sombra - vemos s grandes manifestações de massa, em que a energia coletiva pode ser manipulada tanto para o bem como para o mal. De repente, por alguma razão, a Persona ou a Sombra já não satisfazem os seres humanos - e é chegado o momento de um salto, quando há uma conexão inconsciente com a Alma. Novos valores começam então a surgir, até que se chegue ou não ao Velho Sábio.


(Parte do texto extraído do livro "A Bruxa de Porto Bello  - Paulo Coelho)




 



segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Vero

Quando estamos interessados em um assunto, tudo à nossa volta parece referir-se a ele; os místicos chamam de "sinais", os céticos de "coincidências", e os psicólogos de "foco concentrado". 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

FRASE SÁBIA

"NUNCA DISCUTA COM UM ESTÚPIDO, ELE FARÁ VOCÊ DESCER AO NÍVEL DELE E ALI TE VENCERÁ POR EXPERIÊNCIA". 
(Mark Twain)


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Minha janela

O ar entra pela janela, refrescando-me a memória
O tato antes esquecido, volta com furor
As lembranças vem à tona
Como uma avalanche amorosa
Tenra e violenta, tudo ao mesmo tempo.
A vida se faz sentir presente outra vez
Não deixando espaço para dúvidas ou tristezas
Volta em fim o que havia se perdido
Os sonhos se mostram mais uma vez
E percebo que ainda estou aqui, só que melhor que antes.
E tudo o que existe, hoje, é belo e real.
Não é tudo fácil, jamais...
Facilidade é uma palavra boa porém perigosa
As coisas são como sempre foram
Eu que as estou redescobrindo
Ou melhor, redescobrindo outras possibilidades.
Os problemas ainda estão aqui, se resolvendo um a um.
Mas eu estou aqui de novo
E mais uma vez a vida volta a ter sentido
Acredito mais uma vez no mundo
Creio mais uma vez que sou capaz
E recebo as bençãos de Deus
De acordo com o tempo Dele
E o ar, este ar que entra pela minha janela, me faz querer viver.
Já não vejo motivos para fechar minha janela mais uma vez
Nem por ninguém... Pois ninguém vale a pena... Apenas eu!!!




domingo, 2 de setembro de 2012

A sua irritação não solucionará problema algum... As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas... Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar. O seu mau humor não modifica a vida... A sua dor não impedirá que o sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus... A sua tristeza não iluminará os caminhos... O seu desânimo não edificará ninguém... As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter em benefício da sua própria felicidade... As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você... Não estrague o seu dia. Aprenda a sabedoria divina, A desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre... Para o infinito bem! 

Chico Xavier!!!



sábado, 1 de setembro de 2012

Sufoco

Um dia comum como outro qualquer
Apenas mais uma luta a ser travada
Uma batalha a ser vencida
Mais um dia, como tantos outros que passaram.
Mais um fôlego a ser tomado
Uma esperança a ser lembrada
Apenas um homem a mais no mundo
Um corpo nadando contra a maré
Lutando para não se afogar
Apenas mais uma alma
Presa em conflitos e não atitudes
Apenas um baú de sentimentos guardados
Um carregamento de torpor sempre amado, e por vezes indesejado.
Um animal excluído de si mesmo
Um inanimado de emoções sempre deturpadas
Um sufoco de pensamentos
Um amontoado de gritos de socorro presos
Sou o que sou, e nada posso fazer com isso.
Sou o que nasci e aprendi a ser
Estou algo que ainda não sei



quinta-feira, 30 de agosto de 2012

No lugar certo!!!

"Você sempre está no lugar exato que Deus quer que você esteja"

É, após uma análise, eu concordo com essa frase.
Creio que sempre estamos realmente aonde Deus nos quer
Para aprender algo, para ajudar alguém, para sermos ajudados.
Tudo tem um motivo, um porque, um algo mais.
Hoje tive uma prova de que Deus realmente tem o tempo Dele
E o tempo Dele difere muito do nosso
Há alguns meses atrás tinha dúvidas, medos e anseios em relação a situações e pessoas.
Sofri muito, chorei um pouco, me preocupei...na realidade... sem motivos.
Hoje percebo isso, mas naquele tempo não.
Hoje, tive a resposta de minhas dúvidas anteriores.
Hoje ouvi as explicações que necessitava e o pedido de perdão que esperava
Após muito "chão", aconteceu o que gostaria que acontecesse.
É bem aquela frase mesmo:

Perguntei ao tempo qual seria o remédio, a solução para meus problemas.
E ele disse: Deixe-me passar

Nossa, que frase clichê e ao mesmo tempo sábia essa viu.
Eu deixei o tempo passar, entreguei nas mãos de Deus meus problemas, e graças ao Pai, vejo hoje um a um serem solucionados.
Ainda tenho alguns anseios, algumas dúvidas e medos.
Mas hoje sei que eu os tenho para aprender ou a dissolvê-los, ou a lidar com eles de um forma que não me afetem.
Hoje aprendi, ou melhor, estou aprendendo a conhecer na prática o que é esperar o tempo de Deus.
É um exercício de fé diário, de renovação e redenção ao mesmo tempo; mas é necessário e engrandecedor.

É muito fácil crer em Deus da boca pra fora, mesmo sem querer.
Mas é um pouco mais complicado viver essa confiança diariamente
Porém não é impossível...
Então, vai a dica...

Comece o dia com uma oração assim que abrir os olhos, ore agradecendo por você e os "seus", pelas bençãos, e peça ao Criador sabedoria inteligente, e que seu dia seja feliz, repleto dos pequenos milagres divinos, que nada atrapalhe a você ou a seu dia; só então levante-se, mas sempre com um sorriso no rosto. Aliás, mantenha esse sorriso o dia todo, para todos e em qualquer lugar.
Não escolha acordar com o pé esquerdo, a vida já nos apresenta "pés esquerdos" demais por si só.

Sei que haverá dias em que você terá vontade de jogar tudo para o alto, e fazer tudo o contrário do que coloquei acima; mas pare e pense, o que melhorará seu dia se você encará-lo com pessimismo e mau humor? A resposta óbvia é: Nada.
Portanto procure sempre dentro de você o que há de melhor, e passe adiante.
Mantenha o foco em Deus sempre, pois a palavra mesmo diz:  "Buscai o espírito e o resto lhe será acrescentado"; ou até mesmo em outras crenças, sempre tem mais ou menos a mesma lição, o mesmo ensinamento divino.
Se procurares problema, acharás problema. Se procurares solução, acharás solução.
Simples assim!!!





sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Antigo Filme...

Quando era pequeno, eu olhava para meus primos.
E achava que nunca iria chegar até onde eles estavam
Olhava para os mais velhos, e não achava que teria "aqueles" problemas
Sei lá, achava que jamais minha vida chegaria a ser aquilo que eu via neles
E o que eu via, não gostava, e olha que nem um pouquinho.
Não me agradava as contas a pagar, as discussões.
Mas o que eu menos gostava era a distância
A distância que a maturidade trazia a eles
Cada um para seu canto, irmão separado do outro e por aí vai
Argh, achava horrível e cruel.
A segurança que a infância dá em questão de proximidade
Me era acalentadora, e eu amava aquilo, amava aquela intimidade.
Bem, havia em minha tenra idade, a casa em que a família se reunia.
E era cheiro de bolo no ar, correria de primos fazendo algazarra.
Era um tal de sobrar croque de vó até dizer chegar
Quando pequeno tudo se é motivo de risos
Tudo se transforma como num passe de mágica em uma aventura
A cumplicidade que existia entre nós era maravilhosa, e inocente.
A infância não dá espaço para malícias exacerbadas
Por isso talvez seja tão única e especial
O que menos me agradava como já disse, era a distância.
Crescer devia doer eu imaginava
E por um lado, não estava de todo errado.
É maravilhoso é claro esse amadurecimento ganho
Mas, a distância sempre nos ronda, e por vezes, impera.
Lembro-me de meus 8 anos, logo após a morte de mamãe.
Minha sala escura, e o aparelho de tevê vomitando um filme qualquer.
Mas não era bem um filme qualquer, era para maiores de 18 anos.
E meu cérebro de criança curiosa se ateve àquela informação
O enredo, uma mãe que morria de alguma doença qualquer
Um pai que se enveredara nas "canas" da vida
E os irmãos que cresciam e se separavam
Nossa, meus joelhos chegaram a tremer eu acho.
A única coisa que me lembro muito bem, era de ajoelhar no chão da sala.
E naquele momento, era apenas eu e Deus.
Eu, um menino de 8 anos, implorando ao Papai do Céu que minha vida não fosse assim.
Que não fosse igual ao filme
Bem, o que dizer... Não podemos ter tudo o que queremos né?!
De qualquer maneira, não foi o fim do mundo os acontecimentos.
Não foi o fim do mundo a cópia idêntica do filme que minha vida se transformou
Ainda estou aqui, graças a Deus, aprendendo a ser forte.
Nunca é tarde né?
Mesmo porque, o final do filme foi muito ruim e covarde.
E minha vida, não... Ela será diferente daquele enredo.
Amém!!!



P.S.: Esse texto não passa de uma memória que me veio ainda a pouco, e como não tinha com quem conversar sobre, coloquei pra fora aqui :-P

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Pensamentos sem escalas

Meus pensamentos não têm escalas
Assim como minha vida...
Correm ao longo de seu próprio tempo
À margem de qualquer prisão que possa por ventura aparecer
Eles são insanos, doidivanos, sem pé nem cabeça.
Dão a volta em si mesmos
Irremediavelmente se perdem, tentando em vão se achar.
Meus pensamentos são espasmos de sentimentos
Resvalos de emoções que são tragadas pela vida
Pelo correr de horas e segundos que nunca chegam a tempo
De se explicar e resolver as questões que eles mesmo trazem à tona
Esses mesmos pensamentos, que pensam demais em si mesmos.
E acabam confusos demais para poder se explicar
São os mesmos que um dia esclareceram questões tortuosas
O porque de tamanha tortura passada ressuscitar hoje em dia é um segredo
E talvez este segredo seja o que meus pensamentos estejam atrás
Ou talvez isso tudo seja apenas mais uma bobeira de meus sensores nervosos
Me confundindo e fazendo-me parecer tolo e sem sentido
Mas estes mesmos sentidos me deixam alerta
Me falam que não é bobeira, que é real, tem que ser.
Jamais, jamais se adivinharia em meu cérebro um anseio tal.
Que me fizesse duvidar de minha sanidade
Este mesmo anseio que se esconde dentro dele
É meu recurso maior para manter-me são
E perceber que meus pensamentos sem escalas
Em verdade, as colocam por própria vontade lado a lado com meu viver.
Pois este meu viver, hoje, é feito nas mesmas escalas que faltam em meus pensamentos.


Onde está o amanhã?

A algumas centenas de metros fica o amanhã
E é algo que me fascina, como um prodígio futurista que nem sei.
Como um animal com vida própria
O amanhã me parece que tem algo de ídolo
Evocando-me um pouco o gênio escravo de Aladim
Como se me pudesse dar o que desejo
O amanhã faz parte da pintura da vida
Não é para se ter retido e sim apreciado
Ninguém pode cavalgar um gavião no céu, ou surfar nas costas de um golfinho.
São coisas apenas para serem admiradas, coisas que se pertencem e se bastam.
De repente, acho que fico religioso.
E ponho-me a pensar e divagar sobre a vida, sobre esse amanhã que me puxa.
E fere-me a ideia de que nada posso fazer para contê-lo ou apressá-lo.
É tal e qual a precisão de que as coisas, todas elas, tem raiz, e raiz firme.
Sim, e sinto que as coisas tem uma raiz firme nesse mundo, e me enoja saber.
Essa piedade pelas coisas mundanas me sufoca e me expulsa de mim mesmo.
Por isso talvez, eu queira tanto o amanhã.
Sim, você pode pensar, mas e o hoje? Por que ele não vive o hoje.
Ah, não sei, o hoje me é íntimo demais, e por ser assim, não tem tanta graça.
O hoje me obriga a querer um amor mais pobre do que o amanhã
E, como se eu tivesse tido a prova final de que não adianta eu me esforçar para mudar isso.
Com um levantar de ombros de quem quer algo que não se tem
Continuo sozinho a escrever, e tentar remeter aqui o que não pode ser explicado.
Foi então que aconteceu, como um terrível desenho em minha mente, clareando-me.
De pura afobação, surpreendido, exausto e maturo.
Nasce-me quase à fórceps a conclusão tirana
Que não dá margem a opiniões ou entendimentos paralelos
O amanhã, esse amanhã que nunca me chega, na realidade...
Já passou.


segunda-feira, 30 de julho de 2012

Bobo

O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando." 

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia. 

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski. 

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu. 

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?" 

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama! 

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz. 

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem. 

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas! 

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.

Clarice Lispector

A mais pura verdade.... *****


A verdadeira alquimia acontece dentro de nós, em nosso íntimo. 
É la que chumbo vira ouro.
Não é fácil mudar, muito pelo contrário, é muito difícil, mas se decidirmos mesmo que queremos algo, o Universo conspirará ao nosso favor, não importa qual seja a nossa crença, Eles nos ajudarão. 
Com a Divina partícula que nosso Criador plantou em todos nós.


sábado, 28 de julho de 2012

Arnaldo....

Um sábado comum, uma tarde normal e monótona, nem a música tem muita vida.
Arnaldo percorre seus pensamentos, em busca de algo que valha a pena; mas não encontra.
Por mais que tente nada é relevante ou límpido.
O eco é devastador e o enlouquece aos poucos.
Quais seriam as alternativas coesas? Sair a esmo quem sabe...
Nada é muito claro e portanto, turva-lhe a mente.
Arnaldo pressente o desespero chegando
Não tem para onde correr e nem a quem recorrer
Senta-se e tenta se concentrar
Encontrar em algum lugar de seu eu a resposta
Para qual pergunta ele ainda não descobriu
Arnaldo sente-se impotente perante o mundo e perante ele mesmo
O que fazer quando nada se tem a fazer?
Ele ouve as pessoas vivendo suas vidas
E pensa em quão diferente a dele se tornara
Em círculos giram seus fragmentos de coragem
A coragem que Arnaldo precisa para algo fazer
Mas nem ele sabe ainda se o quer realmente
Na verdade, Arnaldo não sabe de nada.
Nem mesmo quem ele é
Arnaldo está à deriva, e a deriva é a melhor companhia dele.
O dia continua em seu ritmo, lento e infinito.
As possibilidades se esmaecem pouco a pouco
De nada adianta tentativas de originalidade
Não para Arnaldo, não para este sábado.
É apenas mais um dia na vida de Arnaldo
Mais uma espera a ser trabalhada
Mais um fôlego a ser tomado
Arnaldo sabe disso, e sente que está de mãos atadas.
Ele se esquiva das armadilhas que aparecem
Ele não quer errar, ele não pode mais.
Arnaldo então pára e pensa: "O que estou fazendo?"
Arnaldo não sabe, ele nem ao menos entende.
Então, escolhe seguir em frente, desmembrando esse sábado modorrento.
Amanhã, amanhã poderá ser diferente.
Quem sabe? Será um domingo claro e vivo.
Arnaldo desiste de lutar contra o que não se vê
Arnaldo entende que não são mais necessárias e nem cabíveis... as lutas
Ah Arnaldo...




quarta-feira, 25 de julho de 2012

OSHO

"A verdadeira essência da vida está dentro de você.
Neste exato momento você pode se voltar para dentro de si mesmo, olhar para dentro de si.
Nenhuma adoração é necessária, nenhuma reza é necessária.
Tudo o que se precisa é uma jornada silenciosa em direção ao seu próprio ser.
Eu chamo isso meditação – uma peregrinação silenciosa ao seu próprio seu.
E no momento em que você encontrar o seu centro, você terá encontrado o centro de toda a existência."




Frases...

"Perguntei ao tempo qual seria a solução, ele disse: Deixe-me passar".

"Sabe qual a ironia da dor? É querer ser consolado por quem te machucou".

"Jogue para o alto, se voltar, é porque é seu".

"O conformismo é o carcereiro da liberdade, e o inimigo do crescimento".

"Há que ser firme, sem jamais perder a ternura".

"A mais perigosa de todas as fraquezas é o medo de se parecer fraco".

"A má notícia é que o tempo voa, a boa notícia é que você é o piloto".

"A saudade é um sentimento que quando não cabe no coração, escorre pelos olhos".


terça-feira, 24 de julho de 2012

Seres!!!

O que é o ser humano?
Que tamanho tem ele perante o universo?
O que representa estar nesse mundo físico?
Em verdade, o mundo físico não existe de uma certa forma.
São apenas prisões psíquicas
Prisões criadas pela limitação de nosso cérebro
E limitações estas que nos impomos, pois nosso cérebro é ilimitado.
Ficaríamos loucos se pudéssemos usá-lo em sua totalidade?
Por que será que não somos autorizados a tal coisa?
Que valor temos perante o universo?
O que podemos alcançar daqui de onde estamos?
Qual o tamanho de nossa força, de nosso poder?
O que ou quem podemos alcançar?
Fisicamente falando, pouca coisa.
Mas lembrem-se, estamos apenas presos fisicamente aqui.
Nosso espírito é infinito e alcança o que quiser
Dependendo de nós mesmos, de nossa evolução.
Ou de que nível estamos, ou deixamos-nos chegar.
Só para se ter uma idéia de grandezas
Olhe a ilustração abaixo



O que você acha dessa imagem?
Quanto você acha ser possível de alcançar?
E porque a sociedade em sua grande maioria não presta atenção nessas perguntas?
Podemos elevar nosso grau de energia
Nosso envolvimento com o cosmos, com Deus.
Podemos amplificar e tocar e ajudar vários seres
Visíveis e invisíveis, enfim, temos infinita capacidade de fazer muitas coisas.


Podemos expandir nossa energia, nos conectarmos de forma crescente ao universo.
Mas como fazer isso?
Acho que cada um escolhe o caminho, a maneira e momento de fazê-lo.
Sei que podemos viajar, visitar as dimensões.
Sei que podemos aprender com o invisível
Sei, que estamos em movimento e evolução contínuas.
Sei que por meio do amor podemos melhorar
O amor é infinito, e somos seres de luz e amor.
O texto pode até parecer meio louco, mas não o é.
É que sinto uma necessidade enorme de expor o que posso
E de alguma maneira vai saindo
Alguma coisas do passado, ou sei lá, de um registro kármico se fazem sentir.
E de alguma forma, viaja por tantos espaços e vem até aqui, parar em meus dedos.
É como se conseguisse ter acesso a um conhecimento que não é meu
Mas de todos, todos que quiserem aprender é claro.
Estamos rodeados de seres de luz
Seres que estão aqui para nos ajudar a evoluir



Durante esse tempo em que estou aqui
Desde muito cedo, sinto que não estou sozinho.
E acho que de certa maneira não sou o único
Há milhares de energias em volta
Vibrando comigo, e me ajudando a caminhar.
Acho que são anjos, anjos de Deus que me ajudam.
As mensagens estão em todo lugar
Ligadas a cada ser deste planeta
Tudo está conectado, tudo está interligado.
Somos um só corpo pulsando na mesma direção
Por mais que existam força contrárias
O bem é muito maior, graças a Deus.
Me parece existir um canal que nos liga ao Divino
E que os liga a nós



Sinto claramente não estar abandonado aqui
Mas sendo assistido e amparado
Tente senti-los, tente escutá-los.
Tente ouvir a Deus de diversas maneiras
Através da natureza, através de "sua" natureza.
Feche os olhos, respire atentamente.
Ore, ore muito, peça sabedoria inteligente.
Peça permissão a Deus para aprender
E deixe-se fluir, deixe-se tocar.
Ah, sei lá... É algo assim....
Mágico e eterno!!!
Flw's....

De um lugar distante

Tão complicado este meu ser
Tão diferente dos outros que o rodeiam
Amo, amo estar "nele".
Mas oh, é tão diferente.
Os sons me chegam de outro modo
Minha fala sai de uma maneira que meu cérebro não queria
Não, não é desse jeito que eu me comunico.
Minha casa está longe daqui
Mas permaneço em um lugar de onde não pertenço
Apenas por este momento que é a vida
Minhas lembranças remontam a um tempo atemporal
Meu cérebro emana pensamentos de outro lugar
Meus sonhos são povoados de imagens distantes
Meus sentimentos fluem de forma desordenada
E não aceito as coisas que vejo por aqui
E oh, é tudo tão diferente.
Não me acostumo às pessoas
E isolo-me para me encontrar de novo
Minha companhia me agrada, e me conduz a meu mundo.
De alguma forma, a pureza está por aqui.
Escondida em algum lugar
Camuflada por sobre algumas camadas carnais
Mas eu amo, amo estar aqui.
Apenas, acho que o lugar de onde vim é melhor.
Quando as pessoas irão perceber a diferença arrebatadora
Que existe entre aqui e lá?
Não posso simplesmente voltar
Não posso simplesmente largar tudo e me mandar
Não, e nem quero, quero apenas expôr as coisas.
Ao meu ver, é o melhor jeito de matar saudades.
Visto que com certeza os alcanço dessa forma
Meu cordão umbilical não foi rompido com os meus
E nem nunca será!!!

Back home...


If I Could Be Where You Are


Where are you this moment?
only in my dreams.
You're missing, but you're always
a heartbeat from me.
I'm lost now without you,
I don't know where you are.
I keep watching, I keep hoping,
but time keeps us apart

Is there a way I can find you,
is there a sign I should know,
is there a road I could follow
to bring you back home?

Winter lies before me
now you're so far away.
In the darkness of my dreaming
the light of you will stay

If I could be close beside you
If I could be where you are
If I could reach out and touch you
and bring you back home
Is there a way I can find you
Is there a sign I should know
Is there a road I could follow
to bring you back home to me




domingo, 22 de julho de 2012

Ralph Waldo Emerson




"A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você".


Dica Especial do Espírito Scheilla!!!

"Há dez sinais vermelhos, no caminho da experiência, indicando queda provável na obsessão:
quando entramos na faixa da impaciência;

quando acreditamos que a nossa dor é a maior;

quando passamos a ver ingratidão nos amigos;

quando imaginamos maldade nas atitudes dos companheiros;

quando comentamos o lado menos feliz dessa ou daquela pessoa;

quando reclamamos apreço e reconhecimento;

quando supomos que o nosso trabalho está sendo excessivo;

quando passamos o dia a exigir esforço alheio, sem prestar o mais leve serviço;

quando pretendemos fugir de nós mesmos, através do álcool ou do entorpecente;

quando julgamos que o dever é apenas dos outros.

Toda vez que um desses sinais venha a surgir no trânsito de nossas idéias, a Lei Divina está presente, recomendando-nos a prudência de amparar-nos no socorro da prece ou na luz do discernimento." 




CRIANÇAS CRISTAL!!!


As crianças CRISTAL são recém-chegadas ao planeta (cada vez em maior número). No entanto, sempre existiram, ainda que em pouca quantidade (Jesus Cristo foi uma delas). As crianças cristal são os chamados pacificadores, pois trazem atributos de paz e equilibrio para poder continuar o trabalho começado pelascrianças índigo. Ambas as crianças representam um desafio para a sociedade, especialmente para os pais. A forma de tratá-las vai ter de mudar, os pais e os educadores têm de adotar novas formas de ser, para lidar corretamente com as crianças da nova vibração.
   Segue-se um texto sobre os atributos de uma criança cristal - de Sharyl Jackson - traduzido para o castelhano por J. M. Piedrafita Moreno e para o português pela autora:
"Que sabemos das crianças da vibração de cristal? Por um lado, sabemos bastante. Por outro, nada sabemos de muito concreto. Como as próprias crianças, a informação, neste momento, é muito etérica, muito sutil e pouca óbvia. A diferença dos seus irmãos e irmãs 'confrontadores' Índigo, as crianças cristal não modificaram as coisas ... ainda. O 11 de setembro de 2001 foi um ponto decisivo, um sinal e uma porta de acesso para a próxima onda de crianças. A era das crianças cristal já chegou.
As crianças CRISTAL são provavelmente, em grande medida, as crianças (filhos) dos Índigo. Podem até ser índigo. Em uma conversa muito recente com Lee Carrol sobre os cristais, este declarou que são Índigo artistas. Ele pode ter razão realmente é o mesmo. O que realmente importa é que cada grupo ou subgrupo de crianças inspiradas pela unidade seja apoiado, e lhes seja permitido realizar seus trabalhos, seus propósitos divinos. Steven Rother (proprietário de Planetlightworker.com) e o seu grupo chamam essas crianças de os pacificadores, enquanto que os Índigo foram chamados de confrontadores de sistemas. As crianças indigo foram assim chamadas pela diferente cor de suas auras, o Índigo, que é a cor do terceiro olho, ou seja, do chacra frontal. Como são muito intuitivas, mentais, rápidas e se aborrecem facilmente, as crianças cristal, ao contrário, são chamadas assim não pela cor da sua aura, mas pela sua alta vibração. Talvez com o tempo se saiba que as crianças cristal são mais dominantes no chacra da coroa, o spectrum de cor violeta, e que sua aura é branca ou transparente.
Quando começaram a chegar as crianças cristal? Elas sempre existiram no planeta, porém era uma minoria que atuava como exploradores, apalpando o terreno, e a qual a humanidade não tratou muito bem. Como, por exemplo, aquele que ficou conhecido como Jesus, o Cristo. Com muita freqüência, esses exploradores eram assassinados, mas serviam o propósito de deixar sementes. Freqüentemente, diz-se que "cristal" e "Cristo" são palavras muito similares e, por esse motivo, têm uma definição parecida. Recordando o que foi dito, o leitor pode fazer uma boa imagem ou sentimento do que são as crianças cristal e para que vieram. Use suas habilidades intuitivas para sintonizar com a energia dessas crianças, criando uma unidade com elas, e o resultado no planeta será espantoso !
Com a cbegada das crianças índigo, vimos um incremento dramático no número de crianças diagnosticadas como hiperativas ou com ADD peja comunidade médica. Já se escreveu muito sobre esse fenômeno, por isso, deixo essas explicações para os mais entendidos. No entanto, perguntavam-me como as crianças cristal seriam classificadas. Observando, que comecei a ouvir foi a palavra "autista". Agora estou bastante convencida de que veremos um crescimento dramático no número de crianças autistas. Estas são realmente as crianças cristal (ou índigo artisticos), tão sensíveis e vulneráveis ao mundo que as rodeia, que se escondem dentro de si mesmas, desconectando-se o mais que podem, até mesmo dos humanos, para sobreviverem em um mundo em que ainda não se encaixam. Voltando à pergunta sobre quando as crianças crístal começaram a cbegar aqui, podemos dizer que desde as últimas quatro décadas, mais ou menos. Uns quantos mais do que o normal começaram a encarnar para ancorar a energia. Pelo que tenho observado, foi um dos trabalhos mais duros do planeta, mas alguém tinha de fazê-lo, pois apenas alguns dos "grandes" se encarregaram do trabalho. Até então, não era garantido que o planeta pudesse estar preparado para as crianças de vibração cristal, mas o espaço tinha de ser criado, o caminho tinha de fazer-se, sementes tinham de brotar, de qualquer forma. E aqui estamos. no século XXI, tendo passado por todas as nossas provas, dando as boas-vindas a uma grande quantidade dessas crianças, de forma que, aparentemente, estamos preparados. Como reconhecer essas novas crianças ou poucos adultos cristal que, como precursores, ancoraram as energias necessárias? Não andam por aí causando estragos, vivem tranqüilamente em uma obscuridade relativa. Fazendo o melhor que podem para ficar no planeta. Tive o prazer e a honra, assim como também a frustração, de criar um desses pioneiros, uma das primeiras crianças cristal, que agora já é adulta.
Minha experiência pessoal, minha intuição e os conselhos dados pelo grupo foram usados para recompilar uma lista de atributos das crianças da vibração cristal. Por favor, considerem que esses atributos não são todos inclusivos, nem toda a criança cristal exibe necessariamente todas essas qualidades. Extremamente sensíveis a tudo no seu meio ambiente: sons, cores, emoções negativas dos outros, cheiros, comida, produtos quimicos, a sensação de "estar vestido", violência, a dor de outros, consciência de grupo, freqüências eletromagnéticas, radiações solares.
Tão sensíveis que são profundamente vulneráveis, com muita intensidade e grande vulnerabilidade.
Devem passar um tempo sozinhas, não vivem bem em grupos e poucos entendem sua necessidade de solidão.
Devem entrar em comunhão com a Natureza e os elementos diariamente. O Espírito da Natureza os ajudará a equilibrar e a limpar todas as energias não harmoniosas que os afetam tão profundamente.
Simplesmente não entendem "a desumanidade do homem contra o homem", a guerra, a avareza, etc .. e podem sentir-se facilmente sufocadas com tudo isso. Retrair-se, desconectar-se, proteger-se se a vida é demasiado intensa, se eles se traumatizam ou vêem ou sentem outros traumatizados.
Normalmente são tranqüilos, os outros os admiram e se sentem atraídos por eles como um imã. Terão profundas e longas relações com humanos que lhes ofereçam o amor incondicional que os cristal sabem que é o único amor verdadeiro.
Quando um cristal olha para você, é como se tivesse penetrado dentro da sua alma.
Raramente necessitam ser tratados como uma criança tradicional pois são gentis, prudentes e capazes de dizer o que necessitam, o que é bom ou o que não é bom para eles. Quando o meu filho era muito pequeno, disse um dia: "Eu não posso beber álcool ou tomar drogas", e ele jamais tomou nada disso.
Com freqüência evitarão multidões ou centros comerciais. Demasiadas energias diferentes os incomodam.
Sentem um amor profundo pelas crianças e pelos animais. Têm uma forma extraordinária de conectar-se com todas as criaturas.
A água é muito benéfica para limpá-los e acalmá-los: banhos freqüentes, duchas diárias, cascatas, fontes, brincar com a água e a areia.
Requerem roupas confortáveis, à sua escolha, em cores e fibras naturais. Precisam de muita água pura e com freqüência preferem alimentos orgânicos frescos.
Antes de nascer, com freqüência, disseram a seus pais seu nome, como se o ouvissem em pessoa.
Milagres e magia ocorrem à sua volta: aparece dinheiro, os animais o procuram, os bebês lhes sorriem, curas ocorrem naturalmente.
São extremamente empáticos, ao ponto de saber o que um desconhecido está sentindo.
Sentem medo de intimidar porque se sentem invadidos, e não respeitados muito facilmente. Preferem ficar sozinhos a ter o seu "espaço pessoal corporal" descuidado. Também evitam relações românticas por medo de ferir o outro se a relação terminar.
Há uma inocência, uma falta de malicia, uma pureza, graças à ausência de ego nos cristal.
Podem necessitar de ajuda para aprender a conectar sua energia. Pode ser feito por meio de atividade fisica. Natureza, esportes, artes marciais, ioga ou dança.
Podem estragar aparelhos elétricos, rádios, televisões, computadores. Abstêm-se de mostrar emoções por medo da sua amplificação e perda de controle, pois podem parecer passivos ou sem sentimentos.
Podem sentir-se responsáveis porque alguém morreu, ou está ferido, ou, ainda, discutindo.
Podem ter, e provavelmente tiveram, periodos de depressão profunda. Respondem bem ao trabalho corporal à massagem ou ao trabalho energético realizado por alguém que está equilibrado. Massagens craneo-sacrais podem ser cruciais para manter seus corpos saudáveis e sem dor.
Com freqüência têm um metabolismo alto e são naturalmente vegetarianos. Inteligentes, vêem todas as possibilidades com um entendimento instintivo das leis espirituais, de como funciona tudo.
Têm uma conexão limpa com o seu eu superior, ascedendo naturalmente ao seu guia superior. É por isso que sabem a verdade da unidade espiritual. Curadores e pacificadores natos, com muitas habilidades, são capazes de regenerar os ossos e a pele.
Quando muitos de nós formos, gradualmente, renovados, ascenderemos à energia cristal que já está no DNA.
Podem ser pessoas de muito poucas palavras, mas todos os escutam, quando tranqüilamente expressam sua sabedoria com humildade. No entanto, não darão conselhos sem que lhes tenham sido pedidos e nunca interferirão."
Apresentamos, agora, de uma forma mais esquematizada e sintética, as diferenças significativas identificadas entre as crianças índigo e as cristal. Essas últimas têm revelado uma sensibilidade muito acentuada e, portanto, é necessário observar atentamente para, no futuro, não virem a sofrer danos psicológicos e emocionais, já que se assustam e, às vezes, até se atemorizam com a violência fisica: são também propensos a contrair alergias, "sensiveis a campos eletromagnéticos, entre outras coisas"...
Outros autores salientam que as crianças e os adolescentes de vibração cristal, em geral, podem apresentar ainda algumas das seguintes características:

* São tranqüilos, pacíficos (têm mesmo uma função pacíficadora), gentis, construtores.

* Apresentam,às vezes, capacidades telepáticas. Possuem uma força interior extraordináría.

* Lideram por meio do exemplo, são construtivos, e não têm o hábito de denunciar o que está errado, como os índigo.

* Testam seus limites psíquícos.

* Calam-se e afastam-se quando há conflítos. Têm tendêncía a evitar confrontações e arrelias.

* Falam com poucas palavras, mas o que dizem tem profundídade, e só dízem o que pensam se lhes pedem.

* Irradiam paz e tranqüilidade.

* São bastante afetuosos com os outros e percebem suas necessidades, embora geralmente não gostem de ser abraçados.

* Harmonizam naturalmente a energia que os rodeia.

* São menos robustos do que os índigo e são mais vulneráveis emocionalmente. Com eles não se pode brigar.

*Suas características podem ser confundidas com o autismo, por serem, às vezes, muito introvertidos e pouco sociáveis, sobretudo se percebem que não são compreendidos.

* Revelam possuir habilidades psíquicas desde que nascem.

* São extremamente sensíveis a tudo o que é o seu meio ambiente: sons, ruídos desagradáveis, cores, emoções negativas nos outros, cheiros, comida, produtos químicos, violência, a dor dos outros, consciência de grupo, freqüências eletromagnéticas, raíos solares. Podem ligar ou desligar aparelhos elétricos, rádios, televisores, computadores, alguns aparelhos até podem ser queimados com a sua presença.

* Procuram passar bastante tempo sozinhos, não se sentem bem vivendo em grupo, pois poucos entendem a sua necessidade de solidão. Gostam de se comunicar com a Natureza.

* Não compreendem nem aceitam a falta de humanidade do homem para com o homem: guerra, avareza, perseguíção.

* Retraem-se, desligam-se ou desconectam-se para se proteger quando à sua volta o ambiente é demasiado violento, podendo ficar traumatizados.

* Ainda que normalmente sejam tranqüilos, as pessoas sentem-se atraídas por eles como se fossem um imã. Têm grandes e profundas relações de amízade com pessoas que lhes oferecem amor incondiicional, o único amor verdadeiro.

* São gentis e prudentes, serão capazes de dizer aos outros o que eles necessitam, o que é bom para eles e do que precisam.

* Com freqüência evitam aglomerações de pessoas: centros comerciais, feiras, por haver demasiada concentração de energias diferentes. Antes de elas nascerem, os pais tiveram algum tipo de experiência psíquica com essas crianças.

* Milagres e magias acontecem ao seu redor. Até curas podem acontecer à sua volta, com naturalidade, porque são extremamente empáticos, até conseguem saber o que um desconhecido está pensando.

* Têm uma inocência e uma falta de malícia, uma pureza, graças à ausência de ego.

* Preferem abstrair-se a mostrar suas emoções, por receio de perderem o controle, podendo parecer passivos e sem sentimentos.

* Têm capacidade e facilidade para se ligar, ou conectar, com o seu eu superior e com o todo, ascendendo naturalmente ao seu guia interior; por ísso, sabem da existêncía da unidade espiritual.

* Possuem um bom equilíbrio dos dois hemisférios cerebrais, integrando as duas energias, a feminina e a masculina.



Segundo alguns autores há pessoas que integram, na mesma pessoa, as duas energias: Índigo e cristal. Elas podem ter uma mescla das duas energias, o que as faz mudar de comportamento conforme as situações. Não aceitam as regras culturais e só aprendem o que acham que é necessário. Têm, portanto, sua atenção centrada naquilo que para elas é essencial.

O silêncio é a melhor forma de se comunicar com uma criança ou um jovem cristal. O cristal é muito mais autônomo do que o Índigo, porque sua energia (se está equilibrada) lhe basta, e só aceita sua visão das coisas, porque sabe muito bem o que quer e o que é melhor para ele.

A solidão é muito apreciada pelos seres cristal, por isso, eles se afastam sem dar explicações, por necessitarem desses momentos de silêncio e solidão para se equilibrar e se centrar interiormente. Quando percebem que os outros querem usufruir de sua energia, limitam-se a desaparecer sem qualquer explicação.

Eles nada fazem para mudar as situações e muito menos as pessoas, respeitam os outros, mas exigem que os respeitem também. Por isso têm, às vezes, uma raiva contida que lhes pode trazer muitos problemas na relação com os outros, já que não perdem tempo com explicações do que pensam ou do que acham que está mal, mas sentem tudo muito intensamente, no seu intimo e na sua sensibilidade.

Entre irmãos (ou entre amigos), se um tem mais características Índigo e o outro, cristal: o Índigo tem tendência natural para proteger o cristal. Os Índigo vivem para o exterior, para fora, enquanto que os cristais são naturalmente espirituaís, já que vivem para o seu interior, para dentro de si. Têm percepções, intuições e captam muito mais questões relacionadas com a espiritualidade.

É verdade que não existem características ou padrões definitivos, muito menos rígidos, e nesse amálgama que é, neste momento, a evolução humaana, podem existir pessoas com algumas características Índigo e outras cristal e, no entanto, não se considerarem ainda um Índigo puro ou um cristal puro. Essas características surgem cada vez mais e, em pouco tempo, poderemos ser todos habitantes de um planeta Índigo. Os cristal têm uma aura transparente que não se vê nesta dimensão, há quem lhes chame cristal exatamente por isso. Dai que a dominância será certamente a cor Índigo, já que a cor do cristal não predomina.

Para concluir o tema das crianças cristal (embora a informação surja constantemente, por ser um assunto bastante recente), deixamos a vocês a experiência de J. Piedrafita Moreno e o seu primeiro encontro com uma criança cristal:

"Já tinha ouvido falar das crianças de vibração cristal, que eram o nosso passo seguinte na escala evolutiva humana, e que os indigo preparavam o terreno para a sua chegada.

A informação que eu tinha se referia a 2012. A minha intuição ultimamente me dizia que tudo acontecia mais rapidamente e uns dias atrás encontrei um artigo sobre eles. Deixei correr sem investigar muito.

Ontem, por 'casualidade', depois de dar uma pequena palestra sobre crianças índigo e sua educação, fomos a um café. Estávamos tomando algo quando um bebe de mais ou menos 1 ano de idade entrou, sentado em um carrinho empurrado por sua mãe. Foi como se tivesse entrado um Buda: puro e cheio de felicidade, irradiava paz.

Sendo eu um indigo, não o reconheci como tal, a primeira coisa que me veio à cabeça foi: 'criança cristal'. Sua vibração não era como a dos indigo, que rompe e muda sistemas. Era uma vibração que equilibrava e harmonizava tudo à sua volta. Sua aura tinha uma densidade especial, etérea.

Pude passar com ele um bom tempo, e a sua vibração impregnou todo o meu ser, de uma forma que eu nunca tinha sentido antes: a sensação de felicidade perdurou durante um longo tempo.

Foi uma das experiencias mais bonitas de minha vida.

A vibração cristal está abrindo caminho, já se faz presente, trazendo a quinta dimensão até nós".

Ganância

O que é a riqueza material diante do invisível?
Se nada daqui levamos, porque de tanto valor atribuído?
Não, não quero parecer hipócrita, também eu gosto de conforto.
Também eu uso e preciso e muito de dinheiro, assim como todos.
Mas, quero dizer, o que acontece para um ser humano idolatrar a riqueza mundana?
Em que dado momento isso acontece?
Em que hora que a arrogância sobrepuja quaisquer valores?
De que forma o feitiço do poder nos corrompe?
Como podemos nos tornar cada vez mais frios;
Mais ocos, sem sentimentos verdadeiros, ou ao menos, sem colocá-los com importância no mundo?
Dá medo ver isso nas pessoas, dá pavor vislumbrar tal coisa em meu futuro.
Hoje vi algumas frases de pessoas que se perderam, ou espero, apenas estejam fingindo.
Fingindo por algum tipo de prazer, de poder, de ilusão na verdade.
Li com uma profunda tristeza, avistando duas almas cada vez mais imersas em futilidades.
Não, não estou julgando...
Ou talvez esteja, e que Deus me perdoe se esse for o caso.
É que me foi realmente impactante ver como as pessoas podem mudar
Se enriquecerem largando das mãos de Deus
E espero em Deus, e como espero, esse não venha a ser meu caso jamais.
Deste plano nada material levaremos
Tudo deixaremos, inclusive nosso invólucro carnal, que apodrecerá.
Ricos, pobres; todos com o mesmo destino carnal.
Ah, o que realmente importa é nosso interior, as pessoas que conseguimos tocar.
Quem conseguimos ajudar, quantos conseguimos amar, quantos nos amaram.
A bondade que só Deus pode nos dar, a compaixão, a solidariedade.
Parecem palavras tão clichês né?
E vejam só que absurdo... Realmente, estas palavras tornaram-se tal coisa
Mas não podemos nos deixar levar
Não podemos entrar nessa onda e nos deixar perder nesse mar de ganância desenfreada
Riqueza? Sim, que sejamos ricos materialmente falando.
Mas antes, que sejamos ricos em espírito, então, e só então.
Qualquer coisa valerá a pena
Amém!!!




"Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se transpassaram a si mesmo com muitas dores".  
( I Timóteo 6:10)


quinta-feira, 19 de julho de 2012

Vamos que vamos...

O dia começa com o sol gritando lá fora
Meus olhos avistam os raios da estrela maior invadirem meu quarto
A casa toda se ilumina com uma presença irradiante de vida
Meu corpo se nega a ficar prostrado
Minhas células gritam por luz, por agitação.
Minha mente se clareia de positivismo
Meu coração se irradia de esperança
Meus dedos teclam sem parar, quase mais rápido que meu pensamento.
O texto vai tomando forma com vontade própria
Minha alma escolhe que o dia hoje será bom
Independente do que aconteça, encarará com alegria e um sorriso no rosto.
Tudo ao redor torna-se mais vivo, mais cheio de cor.
Sou invencível em meu próprio mundo
E que também é o de qualquer pessoa
O importante agora é apenas detalhar a riqueza de energias
O estado em que aos poucos, a cada segundo, vou entrando.
Um estado quase que de graça
A consciência sã de que o universo está a meu favor
Aliás, sempre esteve...
Não sei, não entendo, apenas sinto.
O dia está apenas começando
E tem um mundão lá fora esperando para ser se não conquistado
Vivido!!!


segunda-feira, 16 de julho de 2012

Felicidade?

O ser humano tem uma eterna busca pela palavra felicidade
Melhor dizendo, pela vivência permanente de "tal" palavra.
E por mais que me lembre de já ter postado um texto parecido
Acho que continua e sempre continuará sendo um tema atual
A busca da felicidade
Parando para analisar, tem de se separar essa busca em dois pontos de vista.
A felicidade concreta e vivencial, diária e ininterrupta.
E a felicidade abstrata, também concreta, porém, feita de momentos.
Qual das duas é realmente a verdadeira?
Em qual das duas o ser humano deve crer e correr atrás?
Ao longo de minha vida, tenho levado a crer que a segunda opção é a correta.
Ou ao menos, a menos dolorosa.
Citando um exemplo, acontecendo ao acaso neste exato momento.
Me é possível sentir uma profunda melancolia, e ao mesmo tempo...
Uma felicidade, não daquelas latentes, eufóricas, mas uma amena e tranquila.
Sim, neste momento julgo estar feliz, mesmo me sentindo só.
Só... Não sozinho, o que é uma diferença gritante.
Voltando ao pensamento, podemos estar felizes em diversos momentos da vida.
Passando ou não por dificuldades
Rodeado de pessoas, ou completamente sozinhos.
Não acredito em absoluto na felicidade sem interrupções
Em uma felicidade em que qualquer momento de tristeza seja um fracasso total
Não, não poderia ser assim, caso contrário, a infelicidade seria sempre uma ganhadora arrogante.
Outro exemplo de minha teoria
Ao relembrar entes que se foram, seria quase que certo uma onda de tristeza.
Mas não, mais uma vez a felicidade se faz presente.
Claro, se tiver um certo ponto de maturidade emocional e vivencial.
Trocando em miúdos, seria tudo uma questão de você estar "ligado".
Teremos SIM, momentos tristes... Mas que não passem de momentos então.
Não podemos controlar as pessoas e os acontecimentos à nossa volta
Mas podemos sempre aprender o que fazermos com o que sentimos
Se vamos nos abater ou não diante de algo
Se vamos mergulhar em uma profunda maré de melancolia
Ou se vamos apenas senti-la como uma marola
Enfim, a felicidade está aí, para ser sentida.
E não para ser vivida a cada segundo de sua vida
E devemos desfrutar e maximizar esses momentos felizes
Para que sejam tão mais importantes
Que quando vierem os tristes, passem quase que desapercebidos.

Saber calar...

Deus nos deu uma boca e dois ouvidos...
Já pensou nisso?
É, vale mais a pena ouvir do que falar.
Quando se fala demais, corre-se o enorme risco de acabar não falando nada.
Ao menos nada que acrescente
O ser humano tende a falar demais
A grande maioria das pessoas acha que sabe de tudo
Quem muito fala, pouco ouve.
E quem pouco ouve perde chances de ensinamentos valiosos
Procure calar mais, atentar ao que o outro tem a dizer.
Se não for lhe acrescentar nada, amém, ao menos está sendo educado.
A sabedoria consiste em saber ouvir e escutar
E em calar e esperar o momento certo de dizer
E se não tiver nada a dizer, não abra a boca.
Não perca seu tempo e dos outros com futilidades
Procure sempre ajudar, edificar alguém.
Se não for por este propósito, a fala torna-se sem sentido.
A língua é a porta dos pecados
É uma poderosíssima arma que temos
E escudo também ao mesmo tempo
Já ouviram aquela famosa frase?
"As palavras têm poder".
Pois é, não é um clichê; as palavras realmente têm poder.
E se você não puder controlar as suas
Acabará ferindo a muitas pessoas, e principalmente a si mesmo.
Pense nisso...


Promessas

Vagueio pelo limiar inconsciente
Da existência humana
Olho para os lados, para a noite
Tudo se torna opaco, em minha face
Os anos não passam, eles não me deixam
Viver como gostaria, como nasci para ser
Fecho meus olhos, e luto para então abri-los
Então, aqui estou, de braços abertos
Aqui estou eu, lendo minha própria história
Olhando para as estrelas e procurando me encontrar
Há um luga, em que escondi muito bem, todo meu fracasso
Este me cobra o tempo todo, o lugar que nem sei onde fica
Além do que, o porque disso tudo
O porque dessa eterna prisão em que me encontro
O modo como os dias passam hoje
É tão distante do que um dia pensei
As promessas em que um dia acreditei
Os valores que eu construí
Estão certos? Algo me diz... Que não tenho como saber
Então, estou aqui, lendo minha vida
E a vendo passar em frente a minha própria existência
E os anjos são testemunhas
Estou aqui tentando, apenas tentando
Fazer algo que valha a pena
Que deixe a alguém uma sensação
De que eu vali a pena

Presságios

Um dia frio, congelante
Regela os ossos, arrepia os cabelos
Lava a alma esse barulho lá fora
Conduz a mente a lugares distantes
A sentimentos a muito esquecidos
Porém, não mortos, nunca
Aliás, a morte é um tema ótimo para dias assim
Tão quanto a vida, que se equilibra tão tênue
Tão eficaz e contínua, como só ela o sabe
O que fazer quando nada mais lhe percebe?
E as gotas não param de cair
E seus medos não param de acusar o inevitável
Irão todos eles, simplesmente, acontecer
Já estão acontecendo
A pele resseca nesse frio tão cruel
Oh, ingenuidade gratuita não cabe aqui
Não há mais espaço para a inocência de outrora
Onde o mundo era perfeito, e as pessoas se importavam
Apenas hoje, é diferente, é mais... Impessoal
E os interesses não param de vir à tona
E isso tudo é perfeitamente normal
Em uma escala de felicidade
A inércia é a ganhadora em disparada
O conformismo é o agudo da existência
E os dias e as noites tornam-se iguais
Apenas estou aqui
E o tempo não pára
E o tempo não te deixa esquecer
O tempo, não te dá trégua
E tudo o que você precisa é de paz
E ainda, você apenas está aqui

I want you to try to help yourself


I know you'll help us
When you're...
Feeling better and we realise
That it might not be for a long, long time...
But we're willing to wait on you
We believe in everything that you can do
If you could only lay down your mind
I want you to try to help yourself
Take the time to take apart
Each brick that sits outside your heart
And look around you
There's people everywhere
No they don't always show
They're just as scared
And we'd be more prepared
If we pulled on through...
I want you to try to help yourself
Oceans of water underneath our feet
Terrible design
Dusty rooms you cannot sweep
Clouding up your mind
I know you'll help us when you're...
Feeling better
And we realise that it might not be
For a long, long time...
But we, we lend the weight on you
We believe in everything that you can do
If you could only lay down your mind
I want you to try to help yourself...