quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Amazônia Para Sempre.





CARTA ABERTA DE ARTISTAS BRASILEIROS SOBRE A DEVASTAÇÃO DA AMAZÔNIA



Acabamos de comemorar o menor desmatamento da Floresta Amazônica dos últimos três anos: 17 mil quilômetros quadrados. É quase a metade da Holanda. Da área total já desmatamos 16%, o equivalente a duas vezes a Alemanha e três Estados de São Paulo. Não há motivo para comemorações. A Amazônia não é o pulmão do mundo, mas presta serviços ambientais importantíssimos ao Brasil e ao Planeta. Essa vastidão verde que se estende por mais de cinco milhões de quilômetros quadrados é um lençol térmico engendrado pela natureza para que os raios solares não atinjam o solo, propiciando a vida da mais exuberante floresta da terra e auxiliando na regulação da temperatura do Planeta.


Depois de tombada na sua pujança, estuprada por madeireiros sem escrúpulos, ateiam fogo às suas vestes de esmeralda abrindo passagem aos forasteiros que a humilham ao semear capim e soja nas cinzas de castanheiras centenárias. Apesar do extraordinário esforço de implantarmos unidades de conservação como alternativas de desenvolvimento sustentável, a devastação continua. Mesmo depois do sangue de Chico Mendes ter selado o pacto de harmonia homem/natureza, entre seringueiros e indígenas, mesmo depois da aliança dos povos da floresta “pelo direito de manter nossas florestas em pé, porque delas dependemos para viver”, mesmo depois de inúmeras sagas cheias de heroísmo, morte e paixão pela Amazônia, a devastação continua.


Como no passado, enxergamos a Floresta como um obstáculo ao progresso, como área a ser vencida e conquistada. Um imenso estoque de terras a se tornarem pastos pouco produtivos, campos de soja e espécies vegetais para combustíveis alternativos ou então uma fonte inesgotável de madeira, peixe, ouro, minerais e energia elétrica. Continuamos um povo irresponsável. O desmatamento e o incêndio são o símbolo da nossa incapacidade de compreender a delicadeza e a instabilidade do ecossistema amazônico e como tratá-lo.


Um país que tem 165.000 km2 de área desflorestada, abandonada ou semi-abandonada, pode dobrar a sua produção de grãos sem a necessidade de derrubar uma única árvore. É urgente que nos tornemos responsáveis pelo gerenciamento do que resta dos nossos valiosos recursos naturais.


Portanto, a nosso ver, como único procedimento cabível para desacelerar os efeitos quase irreversíveis da devastação, segundo o que determina o § 4º, do Artigo 225 da Constituição Federal, onde se lê:


"A Floresta Amazônica é patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á, na forma da lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais"


Assim, deve-se implementar em níveis Federal, Estadual e Municipal A INTERRUPÇÃO IMEDIATA DO DESMATAMENTO DA FLORESTA AMAZÔNICA. JÁ!


É hora de enxergarmos nossas árvores como monumentos de nossa cultura e história.


SOMOS UM POVO DA FLORESTA!




ASSINE : http://www.amazoniaparasempre.com.br/


quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

███████████

Pessoal, venho aqui explicar uma coisa.
Algumas pessoas que estão lendo meus poemas, têm me elogiado e tals, porém, dizem que meus poemas são TODOS tristes.
Pois é, tenho que admitir uma certa melancolia neles sim.
Infelizmente isso é uma praga, meus poemas são assim mesmo.
Gosto de escrever textos que passem emoção.
Bom, só vim explicar aqui o motivo.
E como não poderia deixar de ser.
Brindá-los com mais um.
He, he, he.


FELICIDADE?

Se fiquei a acreditar em alegrias
Caí tão alto que quebrei minhas asas
E ouvi tantas dores me chamarem
Mas é tão puro e tão lindo estar-se só
E ao mesmo tempo é tão sujo e tão feio sentir-se assim
Sei que as pessoas vêm e vão
Sei que vou parar em algum lugar
Só não queria que demorasse tanto
Nobre sentimento este
Que desafia os mais altos clamores de perdão
Que bate tão forte quanto um relâmpago
Minhas pernas tremem tanto, e não se mexem.
Por isso não corro há tempos
Por isso não vivo mais
Sei aonde isso tudo vai dar
Algum dia o resultado será óbvio
E aí sim, serei feliz outra vez.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

FELIZ NATAL!!!!!!!

Hoje venho aqui para desejar a todos um Feliz Natal, repleto de amor, alegria, felicidade, paz, saúde e etc e tal........



Que os Deuses permitam que todos nós sejamos mais generosos uns com os outros.



Que o espírito natalino esteja presente em todos os lares.



Que a PAZ seja total!!!!!


domingo, 23 de dezembro de 2007

...........

"PERDIÇÃO".

Amigos tão difíceis
Tão raros e preciosos
Eu não sei porque
Tão puros e eu tão complicado
Não sei porque, não sei porque.
Pra que isto?
Sofrer sem se sentir
Sentir sem se falar
Falar sem se fazer escutar
Escutar sem questionar
Pra onde quer que eu olhe
Só espero o momento de amar
Desse lugar já não lembro mais de nada
Estou cansado de pensar
Cansado de pedir
Minhas forças já não mais agüentam
Minha própria voz já é rouca
E, tudo é tão confuso.
Amigos, cabeça complicada demais.
Amigo? Será?
Explosões de sentimentos?
Idéias certas?
O tempo é sábio
Eu espero que ele me diga
O que eu preciso e quero ouvir
Ou ficarei mais uma vez
Perdido em minha solidão

sábado, 22 de dezembro de 2007

VÍDEO ELUCIDANTE.

Aí galerinha, já coloquei esse texto aqui no Blog, é só dar uma olhada nas postagens mais antigas.
Agora resolvi colocar o vídeo blz?

Espero que prestem atenção e "ENTENDAM" o vídeo.


♪♫♪♫♪♫♪♫♪♫

Vou postar a letra de uma música que eu acho muito foda, só não vou postar o clipe agora pois não estou com saco, quem sabe um dia...

O Vento - Los Hermanos.

Posso ouvir o vento passar,
assistir à onda bater,
mas o estrago que faza vida é curta pra ver...
Eu pensei..
Que quando eu morrer
vou acordar para o tempo
e para o tempo parar:
Um século, um mês,três vidas e mais
um passo pra trás?
Por que será?...
Vou pensar.
Como pode alguém sonhar
o que é impossível saber?
Não te dizer o que eu penso
já é pensar em dizer
e isso, eu vi,o vento leva!
Não sei mais
sinto que é como sonhar
que o esforço pra lembrar
é a vontade de esquecer...
E isso por que?
Diz mais!
Uh... Se a gente já não sabe mais
rir um do outro meu bem então
o que resta é chorar e talvez,
se tem que durar,
vem renascido o amor
bento de lágrimas.
Um século, três,
se as vidas atrás
são parte de nós.
E como será?
O vento vai dizer
lento o que virá,
e se chover demais,
a gente vai saber,
claro de um trovão,
se alguém depois
sorrir em paz.
Só de encontrar... Ah!!!

Meio melancólico eu sei.... ¬¬'

DÚVIDAS

Já que tudo é em vão
E há apenas falsas mãos atadas
Quando tudo aquilo que acreditamos é sujo
E há morcegos no lugar de cisnes
E vultos no lugar de almas
Apenas o começo é que importa
Se existe ou não o bem e o mal
E que raios caiam sobre nossas cabeças
Se tudo aquilo que já importou se transformou
Se tudo aquilo que falamos se deslocou
Um mundo onde não há verdades
E que os anjos tenham piedade
E orem por meios benéficos
Felizmente são anjos que nos deixam viver
Infelizmente são poucos que nos deixam morrer
Armas latentes e ferventes que deslizam
Pela carne podre de nossas vidas
E tudo é falso, e tudo é belo.
E é tão simples o jogo
Onde as regras já sobrepujam seus jogadores
E onde a maior vitória é a derrota
Realizaremos então a tão sonhada eternidade
Onde a serenidade é absoluta
E ninguém ousa infringir nenhum dogma
O que mesmo quer dizer fé?
O que mesmo quer dizer lutar?
Queremos tanto algo que não existe
E mesmo assim existimos por absoluto
Silêncio, pois ninguém sabe nem procura.
Que respostas benditas são essas
Que maldizem tantas pessoas?
Um outro plano que vem nos buscar
Segundas chances sem segundas intenções
Que será que dizem os que estão lá?
Não há fim para isso
Não há dignidade além disso
Não há verdade fora disso

Mais uma.....

A PASSAGEM

Aqui, nesse lugar estranho.
Eu fico para trás, sozinho.
Sentindo-me impotente diante desse vazio
Nenhum vento, nenhuma nuvem, nenhum atalho, nenhum ser vivo.
Nada além de paredes que parecem de cristal
Com pontas agudas prontas a atacar
Tudo isso, assentam contra mim seu inabalável poder.
Na tensão entre meu medo e estes
Está o lugar de onde eu deveria tirar forças
A realidade é o silêncio a que tudo retorna
A razão e a alma funcionam como uma mera nevasca
A consciência da ausência de significados é assustadora
Comparável ao reconhecimento da minha própria transparência
Os pensamentos turvos, mais do que o mar ou o céu.
Colocam diante de mim um espelho frio e claro
Em que posso ver minha verdadeira essência
E vejo...
Silêncio completo, clareza integral, um nada, um vazio sem vida nem som.
Que traz em si toda a vida e todos os sons
Mas enquanto o meu “eu” se conscientiza do vazio e se mantém alheio a ele
Minha vida se esvai como um espelho estilhaçado ao chão

domingo, 16 de dezembro de 2007

O LIVRO DOS DIAS

" Quando a luz atinge um cristal, cada um de seus muitos lados reflete uma diferente cor. Quando andamos nas luzes de nossas vidas, também o coração humano acende e irradia emoção, maravilhosamente variada. Ser humano é ser passionalmente vivo. Ser humano é abraçar cada e toda experiência com o coração aberto. Ser humano é se expressar corajosamente. As cores da emoção cintilam dentro de nós, constantemente mudando, constantemente movendo; cores de beijos de despedida, de desejos, todos grandiosos, de tempo roubado, de medos profundos, as cores do lago sagrado, do fim de nossas jornadas, as cores dos corajosos suficientes para seguir, as cores da Divindade, da esperança, do desespero, do amor.Somos tudo isso e mais. As cores do cristal. As cores do coração. Com paixão...sentimos...vivemos."

Roma Ryan

♪♫♣♠♥♦♂♀


CORREDOR DA MORTE

Eu não sei se posso acreditar
No que vi e no que estou vendo
Minha cabeça agora grita
E meus ouvidos já não ouvem mais nada
Por todos com quem vivi
Escrevo meu próprio fim
A alegria de poder contar
Esta história que relembrará
Dias a fio de sofrimento
Deveras culpado para voltar
Agora minto a todo o momento
Algum lugar em que eu possa dar
Depoimentos a serem julgados
E condenados; eu não vou suportar.
Injusta justiça que condena
Passos, andanças recriminadas.
E palavras jamais ditas
Ouvem-se ecos desesperados
Procurando algum canto
Onde, talvez um dia.
Possam encontrar ela...
A palavra que não sabem ao certo se existe
Esperança!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Crazy.................... ¬¬'

2ºD3 Segurança do Trabalho.

Estamos em férias, e já estou com saudades dessa loucura, só da loucura hehehe...



domingo, 9 de dezembro de 2007

SIMON & GARFUNKEL lol

Aê galera, hoje vou postar o clipe da música "The Sound Of Silence" do Simon & Garfunkel, este foi o último show da dupla antes da separação. A música é foda, vale a pena assistir.
Ah, e tem também a letra aí para quem quiser aprender. Bye.


The Sound Of Silence -Simon & Garfunkel

Composição: Paul Simon


Hello darkness, my old friend,

I've come to talk with you again,

Because a vision softly creeping,

Left its seeds while I was sleeping,

And the vision that was planted in my brain

Still remains

Within the sound of silence.

In restless dreams I walked alone

Narrow streets of cobblestone,'

Neath the halo of a street lamp,

I turned my collar to the cold and damp

When my eyes were stabbed by the flash of a neon light

That split the night

And touched the sound of silence.

And in the naked light I saw

Ten thousand people, maybe more.

People talking without speaking,

People hearing without listening,

People writing songs that voices never share

And no one dared

Disturb the sound of silence.

"Fools" said I, "You do not know

Silence like a cancer grows.

Hear my words that I might teach you,

Take my arms that I might reach you.

"But my words like silent raindrops fell,

And echoed

In the wells of silence

And the people bowed and prayed

To the neon god they made.

And the sign flashed out its warning,

In the words that it was forming.

And the sign said, "The words of the prophets are written on the subway walls

And tenement halls."

And whisper'd in the sounds of silence.

LUTO.

Hoje estou aqui para homenagear uma colega minha que se foi.

E por mais que não nos falássemos há anos, sinto tanto, mas tanto, que dói.......dói muito.





R.I.P. (Rest In Peace)

Você, que hoje não está mais aqui
Deixou tantas marcas, tantas graças.
Esquecer-te é uma tolice
Chorar é o que nos resta
Você, que nos deu tantas felicidades.
Que com seu sorriso a todos iluminava
Estará iluminando seres alados?
Você, que encantou os Deuses.
Espalhou amor e amizade
Perpetuou sua presença em cada coração
Que agora, jazem machucados.
Você, anjo de pura beleza.
De luz, de esplendor.
Voa então para longe
Para o infinito
Cumprindo sua missão
Pena, não podermos mais ter-te.
Porém, anjo de Deus.
O consolo que nos resta
É acreditar, que onde quer que você esteja.
Estás feliz, bem feliz e melhor.
A você colega querida
Deixo minha singela homenagem
Do fundo de minha alma
Descanse em paz






Karen, onde quer que você esteja, esteja na paz dos Deuses.








segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Aê pessoal, que loko....

Aê galerinha, olha só que louco...




E só pra lembrar, eu já postei a poesia no Blog, mas vou postar novamente ok?

IDADE.

A solidão é a maior aliada
Quando tudo que se tem
É o nada
Quando o espelho já não mente mais
E você percebe que o tempo
Não volta atrás

Mas para quem já não tem nada
Nem esperança, nem fé ou risadas.
O tudo realmente não importa
Mesmo que se apagassem as linhas tortas
E como uma folha branca se pudesse pegar
Para poder começar um novo caminho a trilhar

Infelizmente já não há motivos para tal batalha
E que os Deuses perdoem essa terrível falha
Porém, se nem os olhos conseguem enxergar.
Talvez um sonho antigo a se resgatar
De que adianta agora pensar?
Bem melhor seria “deitar e calar”.

domingo, 25 de novembro de 2007

Hey....

Agora vou colocar um vídeo classe "A" dos Tindersticks, a música é: Until The Morning Comes.
Muito bom tanto a música quanto o clipe, acho que vale a pena conferir.


Until The Morning Comes

My hands ‘round your throat

If I kill you now, well, they will never know

Wake me up if I'm sleeping

By the look in your eyes

I know the time's nearly come

Wake me up ‘cause I'm dreaming

Well, they'll never believe what's been happening here

But caught in my mind there's a way to get out

Wake me up ‘cause I'm dreaming

Well they'll never believe it

So hush now, my babe, please don't cry

Everything's gonna be alright

Hush now, darling, I can hear you're screaming

Let me hold you until the morning comes

So tell me this is what you want

You can whisper it soft or you can scream it out loud

‘Cause there's still time to change your mind

But do it now before tomorrow comes

Wake me up ‘cause I'm dreaming

Well, they'll never believe it

So hush now, my babe, please don't cry

Everything's gonna be alright

Hush now, darling, I can hear you're screaming

Let me hold you until the morning comes

Until the morning comes

The light is fading

But the stars are dancing bright

My mind is racing like clouds across the sky

How did you make me go... this far?

Aloha!!!!

Bom, faz muito tempo que não posto nada, ando muito atarefado, mil coisas a fazer, mas enfim, a vida continua.


Hoje vou colocar aqui uma crônica natalina que eu fiz ok?

Espero que gostem.



Milagre de Natal


Agora por mais que eu tente não me lembro, e pra dizer a verdade nem quero lembrar o motivo. Só sei que estava lá, com todo aquele cheiro podre, e o sacolejar dos vagões nos trilhos. Completamente absorto em pensamentos, solitário, mas nem tanto.
Havia alguns seres incompreensíveis, como a maioria em tempos de dezembro.
Mesmo assim a viagem continuava com pequenos fachos de luz vindos de fora, arranhando-me a face.
Como uma tatuagem, ainda me recordo perfeitamente do pai com sua filha de colo.
O porquê de tal imagem me ficar gravada é um mistério.
Mas eles estavam lá, um aninhando o outro; esgueirando-se por entre as sombras, como que fugindo de algo, ou alguém.
O cheiro de álcool denunciava algum pobre infeliz, talvez cansado demais para retomar à dignidade.
Percebi o olhar cansado do pai, e o esforço que ele fazia para sustentar sua cria entre os braços, devia estar com fome também.
Não me lembro de ter visto alguém com aspecto tão miserável.
Os olhos pendiam fundos e derrotados, os lábios finos e rijos, o chapéu amarrotado indicava a “falta de sorte”.
Por vezes pensei em travar algum diálogo, mas o silêncio nos combinava tanto.
O que poderia ser melhor do que um vagão frio e triste em uma noite de natal?
Não caberia mesmo as palavras, apenas o que havia espaço era para o ficar parado, mudo, olhando o nada.
Estávamos ali, heróis de nós mesmos, lutando bravamente contra um inimigo invisível, ali, pessoas sem destino.
Acendi um cigarro, o pai olhou assustado com o barulho do fósforo acendendo, dei-lhe um aceno com a cabeça.
O pobre homem continuava a embalar sua cria, como se fosse a única coisa importante no mundo.
Com um comichão me corroendo por dentro, resolvi me entregar à solidariedade que só as noites de natal trazem.
Levantei-me devagar, aproximando-me cautelosamente para não acordar a menina.

- Está tão frio hoje – balbuciei para o homem que me olhava com estranheza.
- Típico dos natais nessa região – disse- me o pai, voltando a cabeça para sua filha.

Olhei para aquele homem, tentando entender que diabos fazia ele e sua filha, em uma noite de natal, indo para sabe lá Deus onde.
Como que adivinhando meus pensamentos, o homem abriu a boca, e deixou escorrer:

- Estou levando minha menina ao médico, há dias ela está com febre, e chorando.

Desviei o olhar para as árvores lá fora, pensando em algo não tão inútil para responder.

- Não há médicos em sua cidade?

- Não em noites de natal – me respondeu o homem com um sorriso amarelo, como somente as pessoas sem esperança têm.

- Não há de ser nada grave – insisti.

O pai não se deu o trabalho de retrucar, talvez por estar cansado demais, talvez por não conseguir esquecer a ronquidão do estômago.
Lancei o cigarro pela janela, dizendo algo mais para mim do que para o pobre pai, era preciso mudar a rota da conversa, tentar fazê-lo esquecer de sua filha doente, dar alguma esperança ao homem, afinal, dizem que é a última que morre, e ainda era natal.

- Sua mulher? Ficou em casa? – estava ficando desesperado com aquela situação.

- Moramos só eu e minha pequena – respondeu-me o homem com um olhar doce e lacrimejante.

Definitivamente não estava conseguindo ajudá-lo em nada, resolvi que melhor seria voltar ao meu lugar.
Sentei-me e continuei a fitar as árvores lá fora, o céu tão negro, como que prestes a nos devorar.
A viagem deveria estar chegando ao fim, fazia horas que estávamos lá.
Olhei para trás, para o pai e sua filha, na mesma posição tristonha.
A filha já não gemia mais, seus olhos cerrados como os de uma estátua, não conseguia enxergar um sinal de vida ali.
Fui acometido de tamanho desespero que me levantei, fitando a menina nos braços de seu salvador.
Será que o pai não tinha percebido que sua filha estava morta?
Como dizer a um pai que sua filha, sua única glória, jazia dura, gelada em suas mãos, quando nem ele mesmo notara?
O pai continuava a balançar sua filha, mas ela estava morta.
Como poder tirar de um pai o direito de tentar salvar sua filha?
Sentei-me, assustado com tudo aquilo, engolindo em seco cada golfada.

- O trem logo, logo chegará – avisou um homem alto, de uniforme, que julguei ser algum funcionário azarado, trabalhando em uma noite modorrenta de natal.

Apressei-me em levantar, tentando alcançar a porta do vagão, não queria, definitivamente não queria presenciar aquela cena, o pai percebendo a vitória da morte sobre seu anjo.
Comecei a ouvir o barulho dos trilhos freando, e meu coração saltitando, querendo fugir-me à boca.
Mas por um sentimento humano, pois humano é o que somos, com uma curiosidade vinda de algum lugar dentro de minha consciência, olhei para trás, a tempo de ver o pai levantar-se dizendo:

- Ei, acorde minha querida, já chegamos, ande acorde.

Amaldiçoava o maquinista por não parar logo o trem, a fim de que eu pudesse saltar e me livrar de tudo aquilo.
Mas, de repente, como um milagre, desses que só acontecem no natal, ouvi um choro.

- É, demorou mas chegamos – disse-me sorrindo o pai, com sua filha viva no colo, e passou por mim vagarosamente.
Deixei-me estar ali, imóvel, por alguns instantes.
Como era possível? A menina estava morta, eu tinha certeza.

- Já chegamos – gritou-me o infeliz funcionário, me trazendo de volta à realidade.

- Vai ficar aí parado, sozinho? – insistiu.

Sai do trem, lembrando cada pedaço da face da criança, tentado imaginar o que acontecera, algo para explicar.
Mas deixei-me vencer, afinal, milagres de natal não se explicam.
Acontecem.






terça-feira, 18 de setembro de 2007

Um pouco de Magia.

Bom pessoal, agora vou falar um pouco sobre Bruxaria, ou, como dizem hoje em dia, Wicca. :-p

Vou colocar algumas coisas aqui para esclarescer algumas dúvidas.


CRENÇAS COMUNS À MAIORIA DOS BRUXOS.


Certamente existem muitas variações de crenças e conceitos entre os vários ramos da Wicca. Embora os ritos, símbolos e costumes possam ser diferentes, todas as Tradições apoiam-se em pontos comuns:


* Convicção na reencarnação

* Crença nos aspectos femininos e masculinos do Divino

* Respeito na mesma proporção não só a seres humanos, mas para a Terra, animais e plantas

* Observação da mudança das Estações do ano, com 8 Sabás Solares e entre 12 e 13 Esbás Lunares(21 ritos anuais)

* Repúdio ao proselitismo, pois pessoas só se tornam Bruxas por escolhas própria

* Igualdade à mulheres e homens, pois ambos são complementares, apesar de sempre a mulher ser enfocada

* Realização dos Ritos no interior de um Círculo Mágico, pois o Círculo é um espaço sagrado usado para a adoração

* Importância aos “3 R” : REDUZIR, REUTILIZAR , RECICLAR

* O sentido de servidão à Terra

* A estima por todas as Religiões e liberdade religiosa

* O Repúdio por qualquer forma de preconceito

* Conscienciosidade em relação à cidadania


RESPOSTAS PARA AS DIVERSAS DETURPAÇÕES ATRIBUÍDAS À BRUXARIA.


* Bruxos não acreditam nem honram a Deidade conhecida como Satã

* Bruxos não sacrificam animais ou humanos

* Bruxos não usam fetos abortados em rituais

* Bruxos não renunciam formalmente o Deus Cristão, apenas creditam em outros aspectos divinos

* Bruxos não odeiam os cristãos, a bíblia ou Jesus, nem são anti- cristãos, apenas não são cristãos

* Bruxos não são sexualmente anticonvencionais

* Nos Sabás e Esbás não são utilizadas nenhuma droga ou são feitas orgias sexuais

* Bruxos não praticam necessariamente Magia Negra

* Bruxos não forçam ninguém à fazer algo que agrida o seu interior

* Bruxos não estão tentando subverter o Cristianismo

* Bruxos não profanam Igrejas Cristãs, hóstias ou bíblias

* Bruxos não fazem pacto com o Diabo

* Bruxos não cometem crime em nome de sua Religião .



----------P---------@



DEVANEIOS

Um tráfico de sentimentos no céu
Que joga cada um contra seu cada qual
E não deixa passar os jogos de amor
Novamente pego-me chorando
Observando que devo parar de senti-los
E prestar atenção nessa paz que me envolve
Só esse céu, que está tão bagunçado é que importa.
E por último eles
Mas isso não é fácil
Não, tenho que olhar minhas asas enferrujadas.
E delas cuidar com toques de anjo
Com toques só nossos
Pois senão, como voltarei a voar?
Só esse céu, que está tão bagunçado é que importa.
O mundo agora é tão pequeno
E há tantas guerras lá em cima
Que por ventura me pego só
Mas sei que isso é passageiro
E tento ouvir os sons, as lições.
Os sinos, chamado dos anjos.
Nossos chamados
Àqueles que não sabem guiar suas próprias vidas
Sinalizando que o caminho não é esse
Simbolizando o que deveria realmente importar
Mas o que aqui embaixo realmente importa?

Vamos lá...

SERÁ POSSÍVEL?


Às vezes, precisamos de mais ar.
De mais tempo para viver
Ou quem sabe tentar entender
Por que este mundo é assim
Ou por que não poderia ser “assado”
Às vezes surgem pessoas em nossas vidas
A quem amamos mais do que deveríamos
Surgem situações definitivas
Em que você está do lado do bem ou do mal
Situações confusas e esclarecedoras
Aos que nos ajudam
Se é que há tal pluralidade
Aplausos e louvores
Mas, o que precisamos entender é.
E os que nós ajudamos?
E, apenas ajudamos.
Deveríamos esperar algo em troca?
Ou somos tão baixos e vis
A ponto de querer algo em troca?
Nem que seja, gratidão.
Ta aí, gratidão.
Uma palavra linda de se dizer
Mas quase impossível de se ter
Talvez a palavra em questão
Seja apenas uma mentira
Uma inverdade inventada pelos hipócritas
Ou talvez pelos tolos
Pois então não é tolice?
Ajudar os outros em troca de nada
E em troca de nada perder uma vida inteira
E em se perder uma vida inteira
Olhar-se no espelho e perceber
O quão capacho você se tornou
Não, eu acho que não.
Ainda que seja quase que utópico.
Ainda que seja improvável de se acontecer.
Ainda que sejam apenas nove letras
Que calam e selam destinos
Ainda sim, mesmo assim, ela existe.
A esperança que conforme grita o ditado:
“Nunca morre”.

Opa....

AMIZADE É SABER QUE...

Em algum lugar
Há um alguém que chora
Em algum lugar
Há um alguém que mora
Em algum lugar
Há sempre um alguém feliz
E há também em algum lugar
Sempre um mito de que há em algum lugar esperança
Pensamentos são inteligentes demais para isso
Abutres sobrevoam nossas cabeças
Só esperando o momento de atacar
E roubarem nossa dignidade
Quando no caminho há serpentes prontas para matar
Há sempre em algum cantinho
Encolhido e escondido
Um alguém para lhe ajudar
A maior vitória é saber-se
Ter e ser amigo seja de qual qualidade ou quantidade
A maior tristeza é jogar-se de encontro ao passado
E reavivar momentos ingratos
Que apenas deixaram cicatrizes
Daí, se olharmos para frente.
Talvez, bem lá na frente, um dia encontraremos.
Talvez precisemos andar bastante
Mas com certeza há em algum lugar
Um lugar para se ser feliz
E a certeza de que esse lugar é a amizade
É o combustível de uma vida inteira
Sem fazer sangrar a alma
E adiante apenas decorar o espírito
Pronto para se estender à frente de mais uma prosa de vida
E regalar-se com um sentimento tão puro e límpido
Essa é a certeza de se ter um Amigo (a)

Essa eu coloquei no meu perfil do orkut!!!

ETERNA PROCURA


Eu procuro em cada "alguém", um "alguém diferente".

Em cada rosto, um sorriso sincero.

Procuro nas pessoas a pureza que não existe mais.

Tento enxergar o vermelho vivo que antes emanava das rosas.

Só que nem as rosas hoje existem mais.

Tento ver o sol, mas o mesmo me cega sem piedade.

Tento ver a escuridão, mas ela se esconde como se eu fosse um leproso.

Dos muitos que conheci, nem tantos me valeram, e nem tantos eu quis assim.

Dos poucos que eu guardei, a única certeza que existe, estarão SEMPRE aqui.



sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Mais um poema...........

FOTOS........

Tantas fotos em minha frente
Pedindo-me para olhá-las
Tantas fotos perdidas
Cada foto com um significado
E cada foto com seu tempo
Fazendo-me lembrar de acontecimentos
Que eu não queria
Que eu não precisava
Que eu não podia
Mas que me fazem tão bem
Algumas fotos sorrindo para mim
Um sorriso sarcástico
Tentando me julgar e me derrubar
Algumas estudando meus movimentos, meus olhares.
Esquecendo de que eu também já estive entre elas
E fui perfeitamente feliz
E agora as atiro no lixo
As tiro fora do meu coração
As tiro fora de minha vida
Elas que me fizeram chorar.
E sofrer tanto, e por nada.
Minhas tão amadas fotos
Que nunca puderam me socorrer
Justamente quando mais precisei
E tão somente, não têm culpa.
Prefiro acabar com todas
Esquecer de cada uma
Mas por que será que não consigo?
Isso é tudo, somente sentimentos.
Isso é tudo, somente memórias.
O tempo inteiro, o tempo inteiro.

Hey ...........

DEFESAS FALHAS

Gaivotas a voar no céu
E eu aqui embaixo
Sonhando em estar lá em cima
Longe de meus problemas
Longe dos meus inimigos
Longe do mundo
Longe de mim
Mas tudo que agora posso fazer
É sonhar, e apenas sonhar.
Com uma nova vida
Mais completa
Mais pura
Mais feliz
Meus olhos eternamente grudados
Naquela imensidão sem fim
Que hipnotiza e tranqüiliza
Meu pobre coração tão marcado
Que apesar de tão pouco tempo
Já está demasiadamente velho
Como poder ficar aqui?
Parado, petrificado.
Quando tantos e tantos me atingem
Como um tiro ao alvo
A cada golpe
Se vai uma parte de mim
Para onde?
É o que quero descobrir

Esse poema fiz para minha criadora.

FOR MY MOTHER.

Tanto tempo se passou
E ainda não superei sua ausência
Tão grande que nunca esquecerei
Eu ainda a vejo pelos cantos
E sempre que penso em você minha querida
Penso em como éramos felizes
Todos os lugares me lembram você
A chuva, o sol, o vento.
Tudo contém você
Todas minhas lágrimas são por você
E por mais que continue aqui ou acolá
Levo você comigo, em todos os momentos.
Algumas vezes eu sonho
E outras vezes eu choro
Em qualquer lugar em que nunca tenha ido
Em qualquer lugar que eu tente ir
Eu ainda sim estarei com você
Todos os dias de minha vida
Onde quer que eu vá; com quem quer que eu esteja.
Levo você dentro de mim
Todos os dias meses e anos, minutos e segundos.
Não me peça para te esquecer
Isso é tão impossível para mim
Permanecerei aqui
Vivendo por você
Para te fazer orgulho
Você, que me amou tanto.
Sei que me levou também.
Todos esses anos que se passaram
Não pense que a deixei de amar
Amo-te tanto, tanto, que até dói.
Mas não se entristeça por mim
Acredite sempre, apesar de tudo.
Ainda sim consigo ser feliz

Mais uma triste :-p

LEMBRANÇAS

A grama lá fora
Me faz lembrar minha infância
Que como um broto eu crescia, feliz.
Mesmo com alguns pés d’água
O intuito era um só
Ser feliz e viver
Mas agora, que já não sou um simples broto.
Também não são mais apenas simples pés d’água que me assolam
E eu que pensei ter tudo
E eu, que tive um começo feliz.
Quantas mágoas tenho carregado
Como frutos podres que não querem cair
Hoje, a grama lá fora já é tão escura e suja.
Como meu coração a cada dia vem a ficar
As tempestades que antes nem sequer me molhavam
Hoje arrancam de mim meus sentimentos mais puros

Hey!!!!


Bom pessoal, a partir de hoje vou colocar algumas poesias minhas aqui.

Ah, algumas pessoas vêm até mim e dizem sobre esse Blog, portanto, você, que visitam o Blog, não tenham vergonha, podem comentar ok?


Abraço......



FELICIDADE?


Se fiquei a acreditar em alegrias
Caí tão alto que quebrei minhas asas
E ouvi tantas dores me chamarem
Mas é tão puro e tão lindo estar-se só
E ao mesmo tempo é tão sujo e tão feio sentir-se assim
Sei que as pessoas vêm e vão
Sei que vou parar em algum lugar
Só não queria que demorasse tanto
Nobre sentimento este
Que desafia os mais altos clamores de perdão
Que bate tão forte quanto um relâmpago
Minhas pernas tremem tanto, e não se mexem.
Por isso não corro faz tempo
Por isso não vivo mais
Sei aonde isso tudo vai dar
Algum dia o resultado será óbvio
E aí sim, serei feliz outra vez.



domingo, 2 de setembro de 2007

Frases.

Bom seres maravilhosos, como não tem nada pra postar mesmo, vou colocar umas frases que eu considero.........


“A amizade começa quando, estando juntas, duas pessoas podem permanecer em silêncio sem se sentir constrangidas...”. (Tyson Gentry)

“A amizade é um amor que nunca morre...”. (Mário Quintana)

“A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la...”.

“A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer...”. (Mário Quintana)

“Evitar a felicidade com medo que ela acabe é o melhor meio de ser infeliz...”.

“Uma amizade não se compõe de abraços, e sim de perdões e desabafos...”.

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você diz, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las...!”.


“O melhor profeta do futuro é o passado”.


“Você nasce sem pedir, e morre sem querer: Aproveite o intervalo”.


"Quem deixa para fazer depois o que pode fazer hoje, perde o que nunca mais encontrará: O Tempo".

"A distância causa saudades, mas nunca o esquecimento!".


“Faz a tua ausência para que alguém sinta sua falta, mas não prolongue demais, para que esse alguém não sinta que pode viver sem você”.


“O DESTINO decide quem entra em nossa vida, mas as ATITUDES decidem quem é que nela permanecerá”.

“Experiência não é o que acontece com um homem;é o que um homem faz com o que lhe acontece”.


Homenagem.

(RICARDINHO)

Bom pessoal, hoje vou colocar aqui um texto feito por não sei quem, para um colega meu que já se foi. É uma homenagem, a um cara que deixou muitas saudades.

___________________________________________________________________



Tributo a um AMIGO

Vai ser difícil caminhar por algumas ruas e chegar em alguns lugares e não encontrar a sua alegria estampada naquele sorriso iluminado...
Vai ser difícil teclar no msn e não encontrar aquele “ e aí brother ? ” espontâneo de brother de verdade mesmo...
Vai ser muito difícil conviver com a sua ausência!!!
O que conforta é que não houve perda pois a gente só perde o que a gente não sabe onde está e todo mundo sabe que você está num lugarzinho muito bom porque o Pai Celestial coloca pessoas boas em lugares bons...
O que conforta é que no convívio diário, você dedicou tanto carinho e tanto amor às pessoas a sua volta que todos ainda vão sentir a sua presença na batida do próprio coração, nas manhãs em que o sol invadir nossa janelas e o azul do céu inundar nossa retinas, no sorriso sincero das crianças e na irreverência da juventude que encanta...
Visite-nos em sonhos...
Através dos passarinhos...
No burburinho dos meninos na saída das escolas...
Nas esquinas por onde a gente se encontrava...
No grito de Goooool na Vila mais bonita do universo...
No piscar dos olhos das pessoas que te amam...
E aguarde um reencontro pois é claro que a vida continua...

“Hoje não tem mais você
Nem se fala e nem se vê
E o tempo vai
E a gente se distrai
Pelas ruas onde passo
Pela esquina ninguém passa
Pelo que se passa dentro de mim...
Hoje não tem mais os seus problemas
Quanto sonhos...quanta fantasia
Foram-se os anos, com o seu reinado
Tudo agora está mudado
E os lugares onde passo
Lembram quase tudo de você..."

Saudades do meu site...


Essa aí é uma das assinaturas do meu antigo site. :-p

Momento de refletir.

Bom pessoal, vou colocar aqui um texto que eu ouço todos os dias, e que me ajuda a entender algumas coisas. Serve para mim como um oráculo.



VOCÊ APRENDE.





Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos, e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se você ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoa-la por isso...
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.
E que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam. Percebe que o seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa...
Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas aonde está indo. Mas se você não sabe onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a se levantar.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais de seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes ...
...e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não dá a você o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você em algum momento será julgado.
Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar... Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe... depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida.Nossas dádivas são traidoras, e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.








sábado, 25 de agosto de 2007

Festa Cigana.

Bom galerinha, hoje tem uma coisa nova pra mim, vou ir à uma festa cigana.

Vai ter vários tipos de oráculos, danças e músicas.

Inclusive a banda que fez o CD da novela global "Explode Coração" vai estar lá.

Espero que a festa seja legal.

Ao menso vai ter Vinho na faixa rsrsrsrsrsrs.



Ah, agora vou colocar uma poesia minha, que fala sobre as pessoas que não aceitam envelhecer.


Espero que gostem.


Um grande abraço.



IDADE.

A solidão é a maior aliada
Quando tudo que se tem
É o nada
Quando o espelho já não mente mais
E você percebe que o tempo
Não volta atrás

Mas para quem já não tem nada
Nem esperança, nem fé ou risadas.
O tudo realmente não importa
Mesmo que se apagassem as linhas tortas
E como uma folha branca se pudesse pegar
Para poder começar um novo caminho a trilhar

Infelizmente já não há motivos para tal batalha
E que os Deuses perdoem essa terrível falha
Porém, se nem os olhos conseguem enxergar.
Talvez um sonho antigo a se resgatar
De que adianta agora pensar?
Bem melhor seria “deitar e calar”.








sexta-feira, 24 de agosto de 2007

1ª Vez!!!!!!!!

Bom pessoal, está é a minha primeira postagem no meu blog.

Nem sei bem o por que de eu criá-lo, mas tá valendo.

Bom, como é a 1ª vez, vou começar com chave de ouro.

Uma letra de música show de bola do Legião Urbana.

Para quem gosta de charadas, a letra fala de um caso histórico da humanidade (se bem que duvido que o Renato Russo tivesse idéia disso), e também fala de amizade e pá.

Um grande abraço a todos.


O Livro dos Dias

Composição: Renato Russo


Ausente o encanto antes cultivado

Percebo o mecanismo indiferente

Que teima em resgatar sem confiança

A essência do delito então sagrado

Meu coração não quer deixar

Meu corpo descansar

E teu desejo inverso é velho amigo

Já que o tenho sempre a meu lado

Hoje então aceitas pelo nome

O que perfeito entregas mas é tarde

Só daria certo aos dois que tentam

Se ainda embriagado pela fome

Exatos teu perdão e tua idade

O indulto a ti tomasse como bênção

Não esconda tristeza de mim

Todos se afastam quando o mundo está errado

Quando o que temos é um catálogo de erros

Quando precisamos de carinho

Força e cuidado

Este é o livro das flores

Este é o livro do destino

Este é o livro de nossos dias

Este é o dia de nossos amores