quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Nº01

MEMÓRIAS

Fecho meus olhos
E consigo me lembrar de tudo que vivi
Momentos bons e ruins
Voando em meus sonhos
Causando-me tristeza
Porém, também felicidade
Lembro das canções que gritava ao mundo
De tudo que fiz pelos outros
E do que fizeram pra mim
Do mal que sofri, das feridas que me causaram
Hoje, tudo memória de uma vida passada
Impossível esquecer minhas apostas
Minhas esperanças de bondades
Que infelizmente não se concretizaram
Cabeça erguida, digo a mim mesmo
Um passo de cada vez
Com fé sigo em frente
Queria poder esquecer
Nascer de novo
Não precisar sofrer tanto no passado
Mas agora o que importa é o futuro
E esse, é só meu.

Um comentário:

Daniela disse...

Ameeei!!! Tu que é o autor filhote?
vou roubar pra mim, mas preciso saber a autoria né. rsrsrs

Beijos