quinta-feira, 1 de setembro de 2011

***^^'

Não se desespere se seus planos não derem certo
Sempre há metade das chances de darem certo
E igual metade de dar errado
Não desista porque sua casa caiu
Porque seu sonho não se concretizou
Não é necessário mudar de sonho
Apenas sonhe-o de outro ângulo, de outra forma.
Tente sempre, nunca pare, nunca deixe-se derrubar definitivamente.
Como humanos, temos o direito de nos abalar.
Mas não confunda esse direito com desistência
Pois desistência na maioria das vezes
É covardia
E na maioria das vezes, se tomamos essa atitude.
Criamos a nós mesmos feridas incuráveis
E lá na frente, ao passarmos as mãos por nossas cicatrizes
Lembraremos e sentiremos a dor
Não, inevitável você não se machucar, eu sei.
Mas estamos aqui justamente para isso
Caminhamos por terras misteriosas
Nosso futuro não conhecemos
Podemos vislumbrar, mas conhecer jamais.
Se é assim antes de nascermos, por que seria diferente agora?
Escolhemos nossas batalhas a dedo
Na grande parte do tempo, tentamos evitá-las
Mas isso é burrice, melhor logo ir à luta.
Melhor sangrar, por dentro e por fora.
Do que ficar em casa, intacto, e sem os louros da vida.
Dá tanto medo pensar no amanhã
Que nos petrificamos no hoje, e aí não vivemos.
O hoje é chamado de presente não por acaso
Tentemos usar de sabedoria, e de coragem.
Pois a vida não pára para você e seus problemas
Ergamos nossas cabeças perante as complicações
Não tente resolver tudo de uma vez
Escolha bem seus caminhos
E dê passos firmes no que você escolher
Sinta-se vivo, de qualquer maneira, é o que você está, bem ou mal.
O socorro vem dos céus, não dos homens.
Portanto, também não invista demais em quem pode te derrubar.
Como disse uma vez
Suas felicidades e tristezas, só você poderá viver.
Portanto, tenha fé, e vá em frente.

Nenhum comentário: